A LIBERDADE NÃO PRENDE, A REVOLUÇÃO LIBERTA E A @N@RQUI@ HUMANIZA


... e porque não? 
InícioInício  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 O NATAL ANDA POR AÍ (Prendinhas de Natal)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Devezas
Admin
Admin
avatar

Número de Mensagens : 10273
Idade : 64
Localização : Trofa
Data de inscrição : 04/11/2008

MensagemAssunto: O NATAL ANDA POR AÍ (Prendinhas de Natal)   Qua Dez 04, 2013 7:40 am




Menino Jesus - Brigada Victor Jara

Dia de Natal - António Gedeão - dito por Luís Gaspar

Dia de Natal


Hoje é dia de ser bom.

É dia de passar a mão pelo rosto das crianças,

de falar e de ouvir com mavioso tom,

de abraçar toda a gente e de oferecer lembranças.



É dia de pensar nos outros— coitadinhos— nos que padecem,

de lhes darmos coragem para poderem continuar a aceitar a sua miséria,

de perdoar aos nossos inimigos, mesmo aos que não merecem,

de meditar sobre a nossa existência, tão efémera e tão séria.



Comove tanta fraternidade universal.

É só abrir o rádio e logo um coro de anjos,

como se de anjos fosse,

numa toada doce,

de violas e banjos,

Entoa gravemente um hino ao Criador.

E mal se extinguem os clamores plangentes,

a voz do locutor

anuncia o melhor dos detergentes.



De novo a melopeia inunda a Terra e o Céu

e as vozes crescem num fervor patético.

(Vossa Excelência verificou a hora exacta em que o Menino Jesus nasceu?

Não seja estúpido! Compre imediatamente um relógio de pulso antimagnético.)



Torna-se difícil caminhar nas preciosas ruas.

Toda a gente se acotovela, se multiplica em gestos, esfuziante.

Todos participam nas alegrias dos outros como se fossem suas

e fazem adeuses enluvados aos bons amigos que passam mais distante.



Nas lojas, na luxúria das montras e dos escaparates,

com subtis requintes de bom gosto e de engenhosa dinâmica,

cintilam, sob o intenso fluxo de milhares de quilovates,

as belas coisas inúteis de plástico, de metal, de vidro e de cerâmica.



Os olhos acorrem, num alvoroço liquefeito,

ao chamamento voluptuoso dos brilhos e das cores.

É como se tudo aquilo nos dissesse directamente respeito,

como se o Céu olhasse para nós e nos cobrisse de bênçãos e favores.



A Oratória de Bach embruxa a atmosfera do arruamento.

Adivinha-se uma roupagem diáfana a desembrulhar-se no ar.

E a gente, mesmo sem querer, entra no estabelecimento

e compra— louvado seja o Senhor!— o que nunca tinha pensado comprado.



Mas a maior felicidade é a da gente pequena.

Naquela véspera santa

a sua comoção é tanta, tanta, tanta,

que nem dorme serena.



Cada menino

abre um olhinho

na noite incerta

para ver se a aurora

já está desperta.

De manhãzinha,

salta da cama,

corre à cozinha

mesmo em pijama.



Ah!!!!!!!!!!



Na branda macieza

da matutina luz

aguarda-o a surpresa

do Menino Jesus.



Jesus

o doce Jesus,

o mesmo que nasceu na manjedoura,

veio pôr no sapatinho

do Pedrinho

uma metralhadora.



Que alegria

reinou naquela casa em todo o santo dia!

O Pedrinho, estrategicamente escondido atrás das portas,

fuzilava tudo com devastadoras rajadas

e obrigava as criadas

a caírem no chão como se fossem mortas:

Tá-tá-tá-tá-tá-tá-tá-tá-tá-tá-tá-tá-tá.



Já está!

E fazia-as erguer para de novo matá-las.

E até mesmo a mamã e o sisudo papá

fingiam

que caíam

crivados de balas.



Dia de Confraternização Universal,

Dia de Amor, de Paz, de Felicidade,

de Sonhos e Venturas.

É dia de Natal.

Paz na Terra aos Homens de Boa Vontade.

Glória a Deus nas Alturas.


António Gedeão

Quando um Homem Quiser

Música: Fernando Tordo
Letra: Ary dos Santos
Intérprete: Paulo de Carvalho


Tu que dormes a noite na calçada de relento
Numa cama de chuva com lençóis feitos de vento
Tu que tens o Natal da solidão, do sofrimento
És meu irmão amigo
És meu irmão
E tu que dormes só no pesadelo do ciúme
Numa cama de raiva com lençóis feitros de lume
E sofres o Natal da solidão sem um queixume
És meu irmão amigo
És meu irmão

Natal é em Dezembro
Mas em Maio pode ser
Natal é em Setembro
É quando um homem quiser
Natal é quando nasce uma vida a amanhecer
Natal é sempre o fruto que há no ventre da Mulher

Tu que inventas ternura e brinquedos para dar
Tu que inventas bonecas e combóios de luar
E mentes ao teu filho por não os poderes comprar
És meu irmão amigo
És meu irmão

E tu que vês na montra a tua fome que eu não sei
Fatias de tristeza em cada alegre bolo-rei
Pões um sabor amargo em cada doce que eu comprei
És meu irmão amigo
És meu irmão

Natal é em Dezembro
Mas em Maio pode ser
Natal é em Setembro
É quando um homem quiser
Natal é quando nasce uma vida a amanhecer
Natal é sempre o fruto que há no ventre da Mulher


So this is Christmas
And what have you done?
Another year over
And new one just begun

And so this is Christmas
I hope you have fun
The near and the dear one
The older and the young

A very Merry Christmas
And a Happy New Year
Let's hope it's a good one
Without any fear

And so this is Christmas (war is over...)
For weak and for strong (if you want it...)
The rich and the poor one
The world is so wrong

And so Happy Christmas
For black and for white
For the yellow and red one
Let's stop all the fight

A very Merry Christmas
And a Happy New Year
Lets hope it's a good one
Without any fear

And so this is Christmas
And what have we done?
Another year over
And new one just begun...

And so Happy Christmas
We hope you have fun
The near and the dear one
The older and the young

A very Merry Christmas
And a Happy New Year
Let's hope it's a good one
Without any fear

War is over
If you want it
War is over
Now

Composição: John Lennon / Yoko Ono





_________________
Se não conseguires ver os vídeos ou abrir as mensagens...
REGISTA-TE, não dói nada
Clica Aqui
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://torcato.77forum.com
 
O NATAL ANDA POR AÍ (Prendinhas de Natal)
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Moto Natal 2009 - Vale de Cambra
» [PHOTOSHOP] Cartão de Natal
» [CSS] Codigos de Natal
» [phpBB 3] Enfeite para o Natal Alguem sabe?
» Decoração de natal

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
A LIBERDADE NÃO PRENDE, A REVOLUÇÃO LIBERTA E A @N@RQUI@ HUMANIZA :: BEM-VINDO :: BOM DIA-
Ir para: